quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

O que eu sinto pela manhã


Por quem os galos cantam


Está para vir mais um dia
Com bravura estapafúrdia

-um belo dia para maus
modos à mesa!

-um belo dia para
Descoser remendos,

Um bailado de dia.

Está pintando por aí o
Bravo e não-hipotético:

Dia de amanhã.

Sente-se pela manhã e
Por seus cheiro e vôo
Rasante.

Sente-se pela manhã,
Tome um gole profundo
De si.

Porque está pra vir
Mais um dia. (e uma tarde,
Uma noite,uma madrugada
Fundidas.) Sente-se

Pela manhã e seus acidentes
Repentinos,de percalço.

Sente-se pela manhã e
Escorregue ao longo de
Toda a tarde,deslize na
Noite e beba não um
Gole só MAS litros de
Conhaque.Cowboy.

-Que é pra montar
O belo, estapafúrdio
Dia que está galopando
Nas galáxias e que, trajando
Gala vem nos ver sentando-
Nos pela manhã e levantando-
Nos pela mesma,ou então por quem?
Senão pela própria manhã incendiária,
Arrombadora das pálpebras,cacarejante.

Sente-se,ouça,pela manhã toda a bíblia
Na voz emocionante de cid moreira.Sente-
Se pela manhã este tipo de necessidade.
Sente-se pela manhã e tente comunicar-
Se com os mortos ouvindo o vazio dos versos
Dos seus poemas registrados no gravador.
Sente-se pela manhã e pense bem sobre

Colocar fogo nos vinis que você herdou
Da sua família que hoje são escombros.

Encaminhe-se até a lata de querosene
Realize uma dança cerimonial estapafúrdia
E celebre com fogo
E suporte herdado

A bravura das horas que virão.
*Ilustração:Adam and Eve.Do inglês doentaço Sick boy.

3 comentários:

Pedro Thomé disse...

hoje tu não vai jantaaaaaar

Yasmin Gomlevsky disse...

hoje no café da manhã você comerá pro dia inteiro, entao thomé comerá o teu jantar

Márcio J. R. de Carvalho. disse...

Grande. Tô seguindo o blog. Abs.